O apoio dos enfermeiros especialistas em saúde-materna na gravidez







Principalmente quando se trata da gravidez de um primeiro filho, é normal as famílias precisarem de mais atenção e ajuda. Como é que pode conseguir um maior apoio na maternidade? Com o apoio e competências dos enfermeiros especialistas em cuidados de saúde-materna e obstetrícia​, que podem ser a chave para um apoio seguro e efetivo. Estes têm um papel fundamental numa fase em que as mulheres e famílias passam por um momento de grande transição. Têm como objetivo dar apoio no parto e na preparação e adaptação desta fase da vida.

O acompanhamento, por parte de um enfermeiro especialista, pré e pós parto, assim como os cursos de preparação para o parto, que visam ser uma forma de desenvolver uma intervenção eficaz para promover os cuidados necessários à mãe, ao recém-nascido e na manutenção do autocuidado. Estes profissionais podem ajudar a mulher na sua recuperação física e psicológica, detetar atempadamente problemas ou complicações e ajudar na adaptação do recém-nascido e da família à nova realidade. A prestação destes cuidados fazem cada vez mais sentido ao domicílio, uma vez que assim, o enfermeiro tem mais disponibilidade e privacidade com a família e com o bebé, podendo incorporar a realidade da situação domiciliária da puérpera a todos os aspetos do cuidar, tornando este acompanhamento mais holístico e relevante.

A especialidade de enfermagem em cuidados de saúde materna e obstetrícia permite aos profissionais trabalharem em parceria com as mulheres, famílias e comunidades, no sentido de alcançar bons resultados na gravidez, no nascimento e ao longo do ciclo reprodutivo da mulher.

Estes enfermeiros promovem o autocuidado na assistência à adolescente e à mulher antes, durante e após a gravidez, efectuando a supervisão, os cuidados necessários e o aconselhamento, mas também assumindo a responsabilidade pela condução do trabalho de parto, do pós-parto e dos cuidados ao recém-nascido e lactente nas situações de baixo risco. São responsáveis pelos cuidados que prestam directamente à mulher e pela identificação atempada de situações de risco mais elevado e que exigem outros níveis de cuidados, estando habilitados a detectar complicações e a aplicar medidas de urgência e emergência. Engloba também ainda a assistência a mulheres a vivenciar o período peri-menopáusico.

Outro papel fundamental nesta profissão é a promoção e educação da saúde sexual e reprodutiva e prevenir processos de doença, de forma a promover famílias saudáveis, gravidezes planeadas e vivências positivas da sexualidade e parentalidade.

De forma geral, a gravidez e o parto são momentos de alegria para os pais e famílias, quando uma nova vida se desenvolve e vem ao mundo. Um ambiente que respeite a mulher, a gestação, o nascimento e a maternidade são muito importantes. Um ambiente favorável com condições seguras para a maternidade e para o parto depende dos cuidados e da atenção dispensados às gravidas e aos recém-nascidos e da disponibilidade do atendimento, equipamentos, medicamentos e cuidados emergentes adequados para a prestação de cuidados de saúde sempre que necessário.

Segundo a Ordem dos Enfermeiros, a actividade profissional dos enfermeiros especialistas é abrangente podendo ser exercida nos diferentes contextos, nomeadamente no domicílio, na comunidade, nos hospitais, em unidades de saúde públicas e privadas, ainda assim, é importante a referência das especializações e subespecializações de forma a acreditar e dotar os profissionais de ferramentas que sejam as mais adequadas para gerir cada situação ajudando os utentes de forma personalizada.

O apoio de enfermeiros especialistas em saúde materna pode ser muito importante no domicílio, uma vez que esta visita permite realizar uma intervenção focada nas necessidades reais do paciente e da família, tornando possível que os planos de cuidados sejam mais adequados aos recursos da família e do utente. No domicilio o enfermeiro pode avaliar o papel da puérpera na família, a família e a adaptação da mesma ao novo elemento, permite igualmente observar a interação entre os elementos da família, o ambiente familiar, as condições sócio-económicas e habitacionais, entre outros aspetos.

Quem já foi mãe sabe que a adaptação a esta fase sua vida não está terminada no momento em que lhe é dada a alta hospitalar. O regresso a casa pós-parto contribui para o aumento da vulnerabilidade materna, podendo mesmo comprometer a sua capacidade de resposta. Aqui entra, também, o importante papel do outro progenitor e dos dos enfermeiros nos cuidados ao domicilio em saúde-materna.

Nesta fase a familía está sob grandes mudanças e estes profissionais estabelecem pequenas metas tangíveis e objetivos exequíveis que conduzam os pais a experiências satisfatórias, aumentando a sua auto-confiança. São objetivos da visita domiciliária fornecer ao utente, e família, a compreensão, o apoio, o tratamento, as informações e os cuidados que necessitampara gerir com sucesso as necessidades de saúde no domicílio.

Este acompanhamento por enfermeiros especialistas incorpora a realização do exame físico ao recém-nascido, avaliação da dinâmica familiar, das condições habitacionais e despistar factores de risco relacionados com as mesmas. Promove o aleitamento materno e procede à educação para a saúde de acordo com as necessidades detetadas. O derradeiro objetivo é ajudar os pais a interpretar e a descobrir os sinais do recém-nascido, facultando estratégias para cuidar dele.

Para agendar com os nossos enfermeiros especialistas o curso de preparação para o parto e/ou acompanhamento pré e pós parto que a/o apoia no processo de transição e adaptação à parentalidade basta ir à nossa página de marcações online ou ligar para o +351 911 744 909.

Conte sempre com os profissionais da Ferreira da Cunha Saúde em qualquer situação!

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo