Saiba como evitar dores nas costas na zona lombar



As dores de costas na zona lombar atormentam o seu dia? Se costuma ter dores de costas na zona lombar, então este artigo é para si. O nosso osteopata João Pinto explica-lhe o que é uma lombalgia, as suas causas, tratamentos e de que modo a mesma interfere com o seu organismo e quotidiano, afetando tanto a nível profissional como pessoal.

A Osteopatia tem resultados comprovados na melhoria e resolução desta patologia, bastante comum entre a população mundial, sendo que o objetivo de tratamento é através de técnicas especificas, aliviar a tensão muscular existente na região bem como a manipulação direta sobre a lombar, aliviando a dor e proporcionado uma melhor qualidade de vida. Dores lombares? O seu osteopata ajuda.

O que é a lombalgia? A lombalgia é uma dor localizada na região lombar, podendo-se manifestar em vários pontos a nível muscular, ósseo, ligamentar e articular. Os sintomas manifestam-se como pequenos desconfortos até dores incapacitantes, existindo normalmente limitações nos movimentos. Dependendo da intensidade, pode originar uma mudança no estilo de vida, dependência de medicamentos, dificuldades no trabalho e depressão, bem como alterações emocionais.

Causas da lombalgia Na maioria dos casos tem uma origem mecânica, estando diretamente relacionado com um esforço efetuado pela região lombar quando a mesma é necessária ao movimento. Como a coluna vertebral é sempre solicitada, tanto numa posição estática (ex: sentada) como dinâmica (ex: a caminhar), a postura e atitude adotadas pelo corpo por não serem corretas e não estarem devidamente alinhadas, pode causar um desequilíbrio e por consequência sobrecarrega a zona lombar provocando problemas musculares e articulares. Também a obesidade e/ou patologias de base (ex: hérnia discal) aumentam a probabilidade no surgimento de lombalgias.

Formas de prevenção

  • Não passar períodos de tempo excessivos na mesma posição (sentado, por exemplo);

  • Manter uma postura correta (sentado ou de pé);

  • Fazer exercício físico (natação, caminhadas ou ginásio devidamente acompanhado) bem como alongamentos diários

  • Ter um peso saudável;

  • Evitar carregar pesos significativos. Se o fizer, deverá utilizar as pernas, dobrando os joelhos e mantendo as costas direitas de forma a estabilizar a posição da coluna;

  • Se passar muito tempo sentado, fazer pausas que permitam movimentar e flexibilizar a coluna (ex. alongamentos).

Tratamento Osteopático O tratamento osteopático para a lombalgia baseia-se na libertação das vértebras lombares em disfunção, músculos que possam estar afetados (ex: Quadrado Lombar) e articulações (ex: lombo-sagrada, sacro-íliaca) que possam estar em lesão que afetam a coluna lombar. São utilizadas técnicas manipulativas para lombar, sacro e ilíaco, técnicas de tecidos moles (para músculos, ligamentos e fáscia) e mobilização da coluna vertebral bem como articulações associadas. São igualmente realizados, os alongamentos à coluna lombar bem como pontos de inibição muscular para promover relaxamento. ” Conte sempre com os osteopatas e profissionais de saúde da Ferreira da Cunha Saúde para o ajudar em qualquer situação! Artigo de opinião escrito por: Osteopata João Pinto




1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo