top of page

Testes Rápidos Antigénio – Seria possível voltar ao trabalho em Segurança?



Dia 15 de março marca o início do plano de desconfinamento anunciado pelo Governo, prevendo, de forma gradual e faseada, o regresso de algumas atividades e, consequentemente, o regresso ao trabalho de muitos trabalhadores que tinham ficado restritos a teletrabalho ou lay-off.

O regresso dos trabalhadores aos seus locais de trabalho pode causar alguns constrangimentos, e de certo modo, causar níveis de ansiedade e preocupação entre os trabalhadores, pelo aumento dos níveis de exposição.

Como podemos voltar ao trabalho em segurança?

Para além da implementação de práticas de trabalho seguras para limitar a exposição à Covid-19 no trabalho, como o equipamento de proteção individual (EPI), e a redução do contacto entre trabalhadores, a testagem rápida dos trabalhadores pode ser uma arma crucial para um regresso ao trabalho em segurança.

Mas como posso fazer uma testagem rápida e que não represente um grande custo à empresa? Os testes rápidos de Antigénio podem ser a solução para si!

Os testes rápidos de Antigénio (TRAg) são testes de diagnósticos, que utilizam um método imunoenzimático que permite detetar as proteínas do coronavírus responsáveis pela infeção das nossas células. São testes com uma menor sensibilidade do que os testes RT-PCR, mas permitem identificar rapidamente os indivíduos infetados quando a colheita é realizada nos primeiros dias da doença.

A possibilidade de realizar testes rápidos em grande número pode assim ajudar a num regresso ao trabalho mais tranquilo, identificando e isolando as pessoas que com mais probabilidade podem espalhar a doença, recebendo o resultado dos mesmos em poucas horas, não condicionando a segurança no local de trabalho.

Os testes de antigénio também possibilitam detetar pessoas assintomáticas, uma vez que é apenas necessário reconhecer a carga viral para resultar no caso positivo.

Vantagens: